A minha Lista de blogues

sábado, 24 de junho de 2017

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Mousse de maracujá da Sra D. Etelvina

foto do google
Ontem comi a melhor mousse de maracujá (aqui chama-se parchita) que alguma vez provei. E o segredo, disse-me a senhora que o preparou, é não levar gelatina. Fica com um gosto mais intenso de maracujá. As natas vieram de Portugal.

1 lata de leite condensado, a mesma quantidade de polpa de maracujá (pode ser em lata, mais concentrado), 1 pacote de natas pequeno.

Junta-se tudo na liquidificadora  e bate-se durante 2m num programa potente ou 4m se usarmos um máquina mais fraquinha.

Muito Obrigada...

Despedidas deliciosas ...


Gosta de molho holandês?

Mas tem problemas por ficar muitas vezes coalhado?

Aqui vai uma receita fácil, rápida e excelente, da cozinheira Marlene:

Por cada gema, 3 colheres de sopa de manteiga.



Colocam-se as gemas na liquidificadora e bate-se um pouco. Em seguida junta-se pouco a pouco a manteiga derretida.

Retira-se e deita-se num tacho pequeno. Na altura de servir aquece-se em banho maria. Se acharmos que vai talhar, deita-se um pouco de água fria e mexe-se rapidamente.


ADORO molho holandês com alcachofras, aspargos, para não falar dos tipicos ovos Benedict, um must ao pequeno almoço nos cruzeiros..







Nota: Um molho feito com 3 gemas dá para temperar uma entrada de aspargos para 2 pessoas


Trump e os novos paineis de energia solar

Henry Cram/KCET

domingo, 18 de junho de 2017

Transformando pó em ouro


Estive a ler um livro de memórias de Esteban Zarikian (1914-1999) escrito pela sua mulher, a minha amiga Sada Zarikian.

O titulo From Dust to Gold, Story of a Survivor é retirado de um ditado Arménio: "que a terra nas tuas mãos se transforme em ouro" usado pelo seu pai, quando descobriu que as libras trocadas para dracmas pelo filho, eram afinal de ouro.

Salvo do genocidio turco contra os arménios, os Zarikians fugiram de Esmirna, na Turquia, para a Grécia em 1922. Esteban tinha na altura 9 anos. Impossibilitado de ter uma educação formal, pois teve de trabalhar para ajudar os pais, as suas experiências de vida constituíram a sua educação. Contava-as vezes sem conta, pois queria que a sua família as conhecesse. Depois da sua morte, Sada Zarikian, que foi sua mulher, companheira de vida durante 53 anos e mãe dos seus três filhos,  resolveu escrevê-las.

Antes da chegada de Steve, como a mulher o chamava, à Venezuela, ainda viveu na Colômbia, que lhe serviu para aprender outro idioma. 
Em 1930, a família instala-se em Caracas e dedica-se aos têxteis. Com o objectivo de importar material para o negócio, vai a Nova Iorque em 1945. È nesta cidade que encontra a futura mulher, também de origem arménia, mas nacionalizada americana. A Sada trabalhava para a revista Time. Numa semana decidem casar-se. A mudança para Caracas não foi fácil de inicio, pois não dominava a língua, mas resolveu envolver-se em associações de fins caritativos, desempenhando sempre um papel de liderança e na construção de uma bela casa para a familia, escolhendo o local e os arquitetos.

Sada e Esteban em 1990
Interessante esta homenagem ao marido, que tal como diz o titulo, conseguiu muito sucesso nos diversos negócios em que participou. O seu nome continua ligado aos grandes empreendedores deste país, com participação nos têxteis, criação de um banco, seguros e, mais tarde, dono de uma das melhores redes de hotéis na Venezuela e em outros países.

Dia Portugal 2015

Na casa de uma amiga




















Na sua casa no casamento do neto

Luto nacional



Tragédia em Portugal: incêndio em Pedrógão faz 64 mortos.

sábado, 17 de junho de 2017

O Súbdito de Sua Majestade



Hoje é o dia de aniversário oficial da Rainha Isabel II. Apesar de ter nascido a 21 de abril de 1926, a sua celebração é sempre num sábado, no mês de junho. Esta tradição remonta ao ano de 1748, no reinado do Rei Jorge II, o qual nasceu em novembro e decidiu que esse mês frio não era propício a grandes celebrações, com  participação do público e assim  a grande parada Trooping The Colour passou a marcar a celebração do aniversário dos monarcas.

Estas cerimónias atraem muito público, britânicos e estrangeiros. Agrupam-se nos passeios, onde vai passar a parada, na esperança de conseguirem ver a Rainha.




A minha filha e genro foram a Londres este fim de semana e não perderam a oportunidade de visitar um importante súbdito de Sua Majestade.







Parece que vai a Portugal no Verão, pelo que, com certeza, irá tirar uma selfie com o Senhor Presidente da República.















A celebração deste dia em Caracas foi na passada quarta-feira. A todos um excelente dia...

sexta-feira, 16 de junho de 2017

O caso da cigana

A onda de calor que se faz sentir no meu país está a provocar sérias perturbações em políticos portugueses.

Na minha vida não me lembro de saber de insultos tão grosseiros entre membros de um mesmo partido...

Não é que o eurodeputado Manuel dos Santos teve o descaramento de chamar cigana a uma colega, não só pelo seu aspecto, mas também pelas atitudes?.

Gostei de ler o comentário de Alberto Gonçalves: " Não se percebe se o insulto passa por comparar a sra. deputada aos ciganos ou se por comparar os ciganos à sra. deputada".








o citado eurodeputado.

 Isto há quem não se enxergue...

sábado, 10 de junho de 2017

Dia de Portugal 2017 em Caracas

Uma bela Minhota no Centro Português de Caracas

O Dia de Portugal foi comemorado em Caracas, no Centro Português, que também celebrou o seu 59º aniversário.


Houve os discursos protocolares e foi homenageada uma senhora que emigrou com os pais para Caracas em 1952. Gostei de ouvir o seu discurso de agradecimento num português impecável.

Seguiram-se dois momentos musicais: uma rapsódia de fados acompanhados com os instrumentos clássicos portugueses, guitarra elétrica e bateria e uma rapsódia de músicas tradicionais venezuelanas. Foi interessante. Gosto muito do êxito venezuelano antigo "Moendo Café".
Para mim o momento mais alto da festa foi quando apareceu no palco uma bandeira grande venezuelana e a apresentadora pediu 1 minuto de palmas por todos os jovens que já morrerem pelo seu país nas manifestações. Fiquei emocionada.

De manhã gostei de saber que o Google, na sua versão portuguesa- www.google.pt- criou um doodle dedicado ao Dia de Portugal



Já anteriormente o tinha feito.



A todos os portugueses e luso-venezuelanos residentes neste país os meus votos de um futuro melhor.


Dia de Portugal 2015

Dia de Portugal 2016