A minha Lista de blogues

terça-feira, 31 de maio de 2016

Programa do Concerto do Dia de Portugal, Caracas 2016


Pode ver aqui


 
O pianista, João Bettencourt da Câmara, chegou hoje...

Dia dos Irmãos

Hoje, dia 31 de maio, comemora-se o Dia dos Irmãos. Já havia dias para quase tudo, faltava o Dia dos Irmãos: as pessoas com quem diretamente partilhamos afetos, segredos e impressões sobre tudo com confiança única.


Para a minha única irmã, FELIZ DIA!



MUSIC


I didn´t know...



...that in the original London production of CATS, Judi Dench was cast to play and sing Memory. However she was injured in rehearsal, and at the last minute Elaine Paige was cast as her replacement.



Yesterday I watched Andrew Lloyd Webber: 40 musical years and he himself told the story. A very nice documentary (2013), by the way...

Many artists have recorded versions of “Memory”. It is my kind of song!

I saw CATS in New York in 1997. What a wonderful experience...The following year "The Phantom of the Opera" also by Lloyd Webber. I miss the Broadway musicals...

domingo, 29 de maio de 2016

Encerramento do festival "Portugal en Venezuela"















Hoje foi o último dia do festival Portugal en Venezuela, realizado na PDVSA- Estancia, uma antiga fazenda de café com belos jardins, salas para exposições e uma área reservada a concertos, em pleno coração da moderna Caracas.











Foi a primeira vez, na Venezuela, que se realizou uma iniciativa com um programa cultural variado para festejar o Dia de Portugal.





As cadeiras não foram suficientes para a quantidade de pessoas que se apresentaram no recinto para assistir aos espetáculos. Terminaram hoje com a exibição de Andrea Imaginario, num excelente espetáculo. Com notável criatividade e alegria, misturou fado, poemas de Fernando Pessoa com arranjos latinos e algumas explicações sobre acontecimentos da História de Portugal, como o amor de D. Pedro e D. Inês e os Descobrimentos, todos com arranjos musicais. Foram uns dias com muita programação e deu gosto ver o entusiasmo das pessoas, que não deixavam, no final, a Andrea e o seu conjunto de músicos se despedirem, pedindo "Outra", "Outra", ao que ela acedeu, terminando o espetáculo com "Uma Casa Portuguesa", a pedido insistente do público.


No dia 7 de junho às 18h, na sala Félix Ribas do teatro Teresa Carreño, haverá um espetáculo de música clássica portuguesa, com a participação especial do pianista português João Bettencourt da Câmara. A não perder...

http://correiodevenezuela.com/portugues/semana-cultural-na-venezuela-para-comemorar-dia-de-portugal/


The First American Diplomat

Benjamin Franklin

Whether one has made a career in the Foreign Service, or in the world of business or elsewhere, being asked by the president to represent America as ambassador to another nation is the honour of a lifetime.

Many distinguished Americans have served as an ambassador: Shirley Temple went on to a long Foreign Service career culminating with ambassadorships to Ghana and Czechoslovakia. The economist John Kenneth Galbraith served as President John Kennedy’s ambassador to India. And today, President Kennedy’s daughter Caroline is ambassador to Japan. The rank of "ambassador" was first used by the United States in 1893. Nowadays, at the top of U.S. embassies around the world are diplomats who hold the title of "ambassador extraordinary and plenipotentiary of the United States of America". Before 1893 they were called "ministers".

The U.S. Constitution gives the Senate the power to advice and consent on nominations to top government offices. That means a Senate majority must confirm the president’s choice.

Before nominating a candidate, the White House checks his or her qualifications, finances, career and personal life. Then the Senate Foreign Relations Committee scrutinizes nominees privately and then during a public hearing. If all goes well, the committee approves the nomination and sends it to the full Senate for a vote.

Benjamin Franklin, who was a minister to France from 1776–1785, is sometimes called the nation’s first diplomat. When Thomas Jefferson, principal author of the Declaration of Independence and a future president of the U.S., arrived in Paris in 1785 to take Franklin’s place, the French foreign minister asked: “It is you who replace Dr. [Benjamin] Franklin?” Jefferson replied, “No one can replace him, Sir; I am only his successor.”

John Adams




John Adams, the second President of the United States, also served as a diplomat in Europe.









Reference:

https://share.america.gov/on-becoming-ambassador/



sexta-feira, 27 de maio de 2016

Grupo Floclórico "OS LUSÍADAS"










Atuação no âmbito do programa cultural para a Comemoração do Dia de Portugal em Caracas.

Foi o meu primeiro video carregado no You Tube. Dura 1m mas levou 1h a carregar. Deve haver maneira mais simples...Quem ajuda?


quinta-feira, 26 de maio de 2016

Nova história de Winnie-the-Pooh


Em homenagem aos 90 anos da Rainha de Inglaterra...

O Príncipe George tem uma entrada "principesca"...

Será que esta história seria possível noutro contexto ou regime? Na sua ingenuidade o conto reflete respeito e afetividade. Só um Monarca, reinando há longo tempo, com indiscutível dedicação e capaz de abdicar da sua própria liberdade pessoal, servindo de referência permanente a uma nação, pode inspirar tais sentimentos. Assim, a sua figura constitui também símbolo e inspiração para uma forma de governo, onde a democracia, a lei, a liberdade individual, no seu conjunto, conseguem viver em harmonia com a tradição.  

Leia a história aqui

Agradeço à revista Time permitir o download gratuito.

Inauguração das exposições "Portugal en Venezuela"



Hoje ás 3h da tarde foram inauguradas duas exposições: uma sobre Azulejaria Portuguesa e outra acerca da presença da Comunidade Portuguesa na Venezuela, a partir do espólio fotográfico do jornal Correio da Venezuela. A cerimónia de abertura foi muito simples, mas contou com a adesão de bastante público e meios de informação, jornais, televisões e rádio.



O espaço onde se pode ver as duas exposições é parte de uma das casas de uma antiga fazenda de café, hoje em dia propriedade da PDVSA- Estancia. Trata-se de um local de entrada livre rodeado de belos jardins no coração da moderna cidade de Caracas.









                                                                     O diretor do Correio da Venezuela.

Com a Embaixatriz da Rússia

Com o Secretário de Embaixada da Embaixada de Portugal











Foi um dia em cheio. Amanhã há mais...

Dia das Forças Armadas de Espanha


A Embaixada de Espanha tem esta belíssima árvore, tão antiga que já ninguém se lembra da idade. Chama-se Saman e é tipica destas zonas tropicais e, sobretudo, em áreas de gado, pois serve de sombra aos animais e os seus frutos servem-lhes de alimento.

 
Os jardins estão muito bem tratados...só não consigo perceber porque é que as mangas estão mais maduras que as nossas...

Nesta festa pelo Dia das Forças Armadas Espanholas havia fardas de diversas cores e feitios. Nunca gostei muito de uniformes, contudo pude constatar mais uma vez que os da Marinha eram os mais elegantes.


Corpus Christi



Uma exposição, realizada no âmbito das comemorações dos 50 anos da delegação francesa da Fundação Calouste Gulbenkian, dedicada a Amadeo de Souza Cardoso (1887-1918), está em exibição no Grand Palais, em Paris, até 18 de julho. Reúne 250 obras assinadas por aquele artista, 15 obras de outros, que foram próximos do criador português, como Modigliani, Constantin Brancusi e o casal Robert e Sonia Delaunay, e 52 documentos de arquivo.

Bom Feriado!!

The Dancing Devils



Groups of adults, young men and children disguised as masked devils dance frenetically in penitence accompanied by the stirring clamour of drums and the shaking of maracas to protect themselves against evil spirits. At the climax of the celebration the devils surrender to the Sacrament, symbolizing the triumph of good over evil.



This is a special way to celebrate the Feast of Corpus Christi, an annual Roman Catholic holiday, in some parts of Venezuela. The origin of the festival of the Diablos Danzantes, which is best known in Yare and Chuao, lies in Spain, in the 18th century.




Dances and costumes have their own characteristics in each community, especially the papier maché masks. In Chuao they are smaller and painted with just three colours: white, black and red; while the Yare ones are more elaborate depicting demons, monsters and fantastic animals painted in every colour of the rainbow.

These festivals were recognized by UNESCO as Intangible Cultural Heritage in 2012.



quarta-feira, 25 de maio de 2016

Books

give you a better pespective...


National Day of Argentina



On May 25 1810 there was a small revolution in Buenos Aires which led to the first local government not designated by the Spanish Crown. It was the first step towards independence...

Today I attended the celebration in the residence of the Argentinian Embassy.




With my friend from Japan who will soon leave Caracas











On the way out I saw a poster of Patagonia. It reminded me of the beautiful time I spent there in 2007 to commemorate my 50th birthday and later my 25th wedding anniversary...




It is the second time I attend these celebrations ....time passes so quickly.

I remember last year there was something in the speech that reminded me of Buenos Aires, the end of the trip.




Penguins in Península Valdés


Programa Cultural




Ficou lindo o programa animado das comemorações do DIA DE PORTUGAL em Caracas.

Começa amanhã... Pode ver aqui.



segunda-feira, 23 de maio de 2016

Ceviche

Ceviche, é um prato de origem peruana baseado em peixe cru marinado em sumo de limão, lima ou outro cítrico. O essencial é que o peixe seja de carne firme e de preferência branca. Se utilizarmos camarão, este deve ser mergulhado em água a ferver por 10 segundos antes da elaboração do prato.

Tenho lido que este prato está em voga em Portugal. Há muitas receitas de ceviche, mas a que eu prefiro tem um toque especial da cozinheira, equatoriana, e não é amargo, pois usa limão crioulo (lima) e um toque de sumo de laranja para retirar a acidez excessiva, que muitos ceviches apresentam.


Corta-se 750g de robalo aos cubos e cebola roxa às rodelas fininhas.



Cobre-se o peixe com sumo de limão crioulo (lima)



Tempera-se com sal (fino) e pimenta e cobre-se com a cebola.
Deixa-se o peixe cozer nesta marinada, por mais ou menos 4h. Não se coloca no frigorifico.



Meia hora antes de servir, junta-se sumo de 1 laranja, 1 colher de sopa de Ketchup e coentros picados. Mexe-se tudo.



Serve-se em taças individuais com plátano frito.

Este prato foi servido como entrada no almoço mensal que dou às minhas "colegas" de bridge. Hoje foi o último da temporada. Normalmente somos oito a jogar, mas duas já estão de férias...






domingo, 22 de maio de 2016

Don´t blame the flower...





The Centaurea cyanus, commonly known as cornflower, is an annual flowering plant native to Europe. It used to grow in cornfields, hence its name.



Nowadays, it's traditional for Austrian MPs to wear a flower in their buttonholes at the opening of parliament. The colour of the Freedom Party, a right- wing populist party, is blue, so they have been wearing a cornflower at the opening of the Austrian parliament since 2006.


The blue cornflower was one of the national symbols of Germany mainly due to the story that when Queen Louise of Prussia was fleeing Berlin, pursued by Napoleon's forces, she hid her children in a field of cornflowers and kept them quiet by weaving wreaths for them from the flowers. The flower thus became identified with Prussia (it was also the colour of the Prussian military uniform). Maybe for this reason it was her son´s (Kaiser Wilhelm) favourite flower, too. This flower was used by pan-German nationalists in the 19th Century and after the unification of Germany in 1871, and it went on to become a symbol of the country as a whole. 


Between 1934 and 1938, when the Nazis were a banned party in Austria, it was the secret symbol they used to wear in order to recognise each other.











Cornflower blue is a defined colour and one of the favourites of the Dutch painter Vermeer (ultramarine was the finest and most expensive blue used by Renaissance painters made by grinding lapis lazuli, a semi-precious stone into a powder).



It is worn in France as "le bleuet de France", a symbol of remembrance, similar to the poppy in the UK (symbol of the 11th November 1918 armistice). After World War II it was also used in France on May 8, the date of the capitulation of Nazi Germany.








In France, it is linked to a poem, similar to In Flanders Fields 


« Les voici les p’tits « Bleuets »
Les Bleuets couleur des cieux
Ils vont jolis, gais et coquets,
Car ils n’ont pas froid aux yeux.
En avant partez joyeux ;
Partez, amis, au revoir !
Salut à vous, les petits « bleus »,
Petits « bleuets », vous notre espoir ! »

— Alphonse Bourgoin, extrait de Bleuets de France, 1916

Cornflowers are often used as an ingredient in some tea blends like the famous Lady Grey.

Reference
http://www.bbc.com/news/magazine-36342362?ocid=socialflow_facebook&ns_mchannel=social&ns_campaign=bbcnews&ns_source=facebook


sexta-feira, 20 de maio de 2016

Uma prenda muito singular


Aprendi que se deve oferecer às pessoas, às quais se quer mostrar apreço, algo que nós achamos ser ao seu gosto. Foi com esta ideia em mente a minha prenda hoje à minha fisioterapeuta, uma jovem empenhada em fazer bem o seu trabalho e com tempo para falar sobre assuntos importantes e atuais. A oferta até pode parecer estranha, pois ninguém, à partida, imaginaria o seguinte: uma garrafa de azeite, um desodorizante e mais umas pequenas coisas, que sabia fazerem-lhe falta...


Nós só apreciamos realmente o que temos, quando produtos essenciais começam a faltar...





Isto é o preço que muitos têm de pagar. Hoje, era para conseguir um quilo de arroz...

Sem mais comentários...



Fotos do meu telemóvel.




Comunicando...



Hoje em dia, queixamo-nos da falta de comunicação entre as pessoas por causa dos telemóveis...

mas antigamente comunicariam mais...?!




Fotos: Google