A minha Lista de blogues

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

5 de junho 2011- eleições legislativas. A importância da participação - todo o voto conta.



"A vontade do povo é o fundamento da autoridade dos poderes públicos; e deve exprimir-se através de eleições honestas a realizar periodicamente por sufrágio universal e igual, com voto secreto ou segundo processo equivalente que salvaguarde a liberdade de voto.” (artigo 21º da Declaração dos Direitos Humanos).
Votar é a essência da democracia. Significa a opinião e o poder do povo, ou seja aquilo que o próprio nome “democracia” significava em grego “ poder do povo”. Por conseguinte deve ser praticado por todos os cidadãos de um país.
A abstenção é o ato de renúncia ao voto. Pode ter diversos motivos e habitualmente são apontados os seguintes: descredibilização da política e dos políticos e também laxismo por parte dos cidadãos. Como forma de protesto os eleitores podem votar em branco. Os votos brancos e nulos não contam para a atribuição de mandatos, mas contribuem para reduzir a abstenção. É importante diminuir o nível de abstenção.
Para votar o eleitor deve apresentar o cartão de cidadão ou bilhete de identidade e o seu número de eleitor. Se não encontrar o cartão de eleitor poderá consultar o sítio http://recenseamento.mai.gov.pt/ . Através do nome e data de nascimento pesquisa o número de eleitor e imprime.
Quando chegar à secção de voto (entre as 8h e as 19h) deve entregar o documento de identificação a quem esteja a presidir à mesa. Depois de verificada a inscrição no caderno eleitoral, o presidente entrega-lhe o boletim de voto. Dirige-se então à câmara de voto e com a esferográfica, que lá se encontra, fará uma cruz no quadrado que está na mesma linha do símbolo do partido em que pretende votar. De seguida dobra o boletim ao meio, com a parte escrita para dentro e volta a dobrar. Entrega-o ao presidente, que o introduz na urna e lhe devolve o seu documento. Acabou de votar para as legislativas 2011.
No círculo eleitoral de Lisboa as formações partidárias são as seguintes:
Partido Popular Monárquico
Partido Socialista
Partido Operário de Unidade Socialista
Partido da Terra
Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses
Partido pelos Animais e pela Natureza
Partido Trabalhista Português
Movimento Esperança Portugal
CDS - Partido Popular
Partido Social Democrata
Partido Humanista
Nova Democracia
CDU - Coligação Democrática Unitária
Bloco de Esquerda
Portugal Pró Vida
Partido Nacional Renovador

Para qualquer esclarecimento consulta:

Sem comentários:

Enviar um comentário