domingo, 7 de agosto de 2011

Dia dos Presidentes nos EUA


                                     




O Presidente Obama em Belém em 2010.
 O Presidente Cavaco Silva na Casa Branca em novembro de 2011

O dia dos Presidentes dos EUA é um feriado, que se comemora na terceira segunda-feira do mês de Fevereiro.
As relações entre Portugal e os Estados Unidos da América foram sempre próximas. O Reino de Portugal foi o primeiro país neutral a reconhecer a independência daquele novo estado, o qual se tornou a primeira colónia de um país europeu a conquistar a independência. Símbolo desse relacionamento antigo, constitui também o registo de se ter bebido Vinho Madeira no brinde efectuado na ocasião solene da Proclamação da Declaração da Independência dos Estados Unidos, em 1776. O mesmo se passou na tomada de posse de George Washington, o primeiro Presidente americano e conhecido como grande apreciador daquele vinho generoso português.
Os quadros retratando os 44 presidentes americanos estão expostos nas paredes da Casa Branca. Os retratos de todos os presidentes portugueses estão expostos no Museu da Presidência da República, em Belém.
As fotografias que se reproduzem neste artigo são as oficiais, expostas na Casa Branca, a residência oficial do Presidente da República americano em Washington D. C ( district of Columbia), situada em 1600 Pennsylvania Avenue.
Apesar de haver sempre várias candidaturas à presidência da república apoiadas por pequenos partidos ou independentes, a eleição é de facto disputada pelos dois candidatos dos principais partidos: o Democrata, de cor azul e que tem como emblema um burro e o Republicano, de cor vermelha, cujo símbolo é um elefante.

Alguns presidentes não terminaram os seus mandatos: Abraham Lincoln, James Garfield, William McKinley e John F. Kennedy foram assassinados; William Henry Harrison só teve tempo de nomear o seu gabinete, porque morreu de pneumonia, pouco tempo depois de fazer o seu discurso inaugural; Richard Nixon foi obrigado a demitir-se, após o escândalo de Watergate (sucedeu-lhe Gerard Ford, o vice-presidente, o qual acabou por ser o único presidente não eleito directamente pela população).

~

 O primeiro presidente, George Washington, enfrentou muitas dificuldades, agravadas pelo facto de não haver qualquer modelo anterior, que pudesse servir de guia à sua actuação como Chefe de Estado. Portanto, procurou, principalmente, basear as suas acções em princípios democráticos. Este general, que foi comandante-chefe de todas as Forças Armadas americanas durante a guerra de independência contra a Inglaterra e já era considerado um herói pela maioria da população americana, resistiu à tentação de criar uma presidência influenciada pelos modelos das monarquias europeias. Retirou-se após o segundo mandato, estabelecendo assim um precedente, que só foi quebrado pelo presidente Franklin Roosevelt, que governou doze anos (1933-1945), na época da grande depressão e da II Guerra Mundial


Abraham Lincoln deixou um legado essencial na história do povo americano. Sem a sua forte liderança e determinação o Norte não teria vencido a Guerra Civil (1861-65). Manteve a União e acabou com o esclavagismo. Sem a sua forte personalidade e profundas convicções, os actuais Estados Unidos não seriam nada parecidos como nós os conhecemos, hoje em dia. Governou durante a época mais dramática de toda a Historia americana, o período da Guerra Civil, que opôs o Norte industrializado ao Sul agrícola e esclavagista.

Theodore Roosevelt  pode ser considerado um ambientalista. Os seus maiores sucessos foram na conservação da natureza, pois foi criador dos parques nacionais, estabelecendo as primeiras áreas de protecção da natureza e da vida selvagem. Conta-se que, em 1902, quando foi à caça no Mississipi, recusou-se a matar uma cria de urso (bear). Esse facto foi notícia no jornal Washington Post, a qual inspirou a criação do primeiro urso de peluche, o famoso “teddy bear” – (“teddy” é o diminutivo de Theodore e o nome pelo qual aquele presidente era familiarmente chamado).


Woodrow Wilson lutou por manter os Estados Unidos neutrais na I Guerra Mundial, procurando apresentar-se como um mediador. No entanto, quando a Alemanha anunciou que atacaria, sem aviso, todos os navios inimigos ou neutrais, que se encontrassem nas proximidades das ilhas britânicas, pediu ao Congresso autorização para declarar guerra à Alemanha, em 1917. Foi também o principal impulsionador da ideia de uma estrutura internacional, que juntasse todos os estados do Mundo, ficando conhecida como a Sociedade das Nações, cuja primeira reunião ocorreu em 1920, constituindo a organização internacional mundial anterior e inspiradora das actuais Nações Unidas, apenas criadas em 1945.


Franklin D. Roosevelt tornou-se presidente nos tempos difíceis da Grande Depressão e, com persistência, conseguiu devolver aos americanos a confiança em si próprios. Aliás, desde o princípio procurou alcançar esse objectivo ao afirmar no seu discurso inaugural: “the only thing we have to fear is fear itself” -a única coisa que devemos temer é o medo em si mesmo” (Freidel 68) Criou um programa de reformas na segurança social, impostos para os mais ricos e benefícios para os desempregados. Em 1921, contraiu poliomielite e teve de passar a utilizar uma cadeira de rodas para o resto da vida. Morreu no ano em que terminou a II Guerra Mundial, 1945. Foi substituído por Harry Truman que teve de tomar uma decisão dramática e crucial: o ataque com bombas atómicas às cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki. Foi ainda Truman o presidente americano que fez com que os Estados Unidos aderissem à Carta das Nações Unidas.

 John F. Kennedy  presidente muito promissor não teve tempo de concretizar toda a sua acção em favor da Igualdade de Direitos. No discurso inaugural, proferiu uma frase que ficou especialmente famosa e tem sido das mais repetidas e evocadas, até aos dias de hoje: “ask not what your country can do for you; ask what you can do for your country”- não te interrogues sobre o que o teu país pode fazer por ti; interroga-te antes o que podes fazer pelo teu país. (Mcpherson 256).


Na campanha eleitoral entre Richard Nixon  e John F. Kennedy, o debate televisivo entre os dois candidatos foi considerado, pela primeira vez, muito importante e talvez mesmo decisivo. Nixon perdeu essas eleições, mas foi eleito em 1969, após o mandato do presidente Lyndon Johnson  que tinha substituído Kennedy e não se recandidatara.


Ronald Reagan  foi o único presidente, que também foi actor em Hollywood, onde apareceu em cerca de 53 filmes. No seu mandato, houve um aumento significativo das despesas em defesa e melhoria das relações com a ex-União Soviética.

Em 2009, os Estados Unidos e o mundo em geral assistiram com muito entusiasmo à eleição do primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos, Barack Obama. Este presidente foi reeleito e tomou posse em 2013.


Read: Obama for America and How this happened


Referências bibliográficas:

Freidel, Frank. The Presidents of the United States of America. 16th edition. White House Historical Association, 2001
McPherson, James M. “To the best of my ability” The American Presidents. 1st edition. New York .Dorling Kindersley, 2000

<http: //www. paralumn.com/prestimeline>
<http: // images.google.com>

Ano letivo 2010/2011
Atualizado em 2013




Sem comentários:

Enviar um comentário